5 passos para implementar uma educação personalizada de verdade em 2022

Tendência das mais citadas para este ano por conta do déficit decorrente da pandemia, a educação personalizada vai além do reforço pedagógico; saiba mais

As verdades sobre a educação personalizada estão aqui! Pois muito se fala sobre esta tendência e sua importância, entretanto, você sabe como aplicá-la em sala de aula?

Afinal, esta personalização do ensino pode contribuir com a recuperação de possíveis perdas de aprendizagem vividas durante a pandemia.

E, mais do que isso, a tendência indica que o futuro da educação será cada vez mais focado em atender necessidades específicas do aluno, de acordo com suas habilidades e capacidades.

Porém, para que a educação personalizada faça parte do dia a dia escolar, é importante entender como aplicá-la.

Então, buscamos orientações sobre o assunto e trouxemos aqui cinco passos para você utilizar a educação personalizada como uma estratégia além do reforço pedagógico. Acompanhe nosso conteúdo e atualize suas atividades escolares com estas dicas práticas!

Educação personalizada: tendência que chegou para ficar

Educação personalizada, sob medida, personalização da educação… Esta tendência ganhou diversos nomes, mas o conceito é o mesmo: trata-se de uma forma de proporcionar a aprendizagem baseada nas características de cada estudante.

Ou seja, é uma forma de ensino com foco no desenvolvimento individual. Assim, as atividades em sala de aula devem focar em respeitar as limitações, características, bagagens e contextos sociais de cada um.

Isso porque na educação personalizada considera-se que os estudantes aprendem em ritmos diferentes. Além disso, é levado em conta o fato de que cada um possui sua dificuldade e facilidade específica, de acordo com conhecimentos adquiridos no decorrer da vida escolar e pessoal.

E você sabia que esta tendência da educação para 2022, que nós já adiantamos aqui no blog da Ciranda de Livro, deve representar a maior parte do ensino mundial e on-line até 2030?

O Jornal Opção divulgou uma matéria sobre a educação personalizada destacando que esta tendência deve se tornar realidade ainda mais presente nas escolas, de acordo com o mapa World Innovation Summit for Education (Wise).

Vale reforçar que a educação personalizada tem sido impulsionada como alternativa para superar as dificuldades de aprendizagem registradas nos últimos anos, devido à rápida adaptação de muitos alunos ao ensino híbrido para proteção contra a pandemia.

E a educação personalizada ainda é beneficiada pela transformação digital, que chegou para ficar em nossas vidas e está cada vez mais forte nas instituições de ensino.

E então, como colocar a educação personalizada em prática?

Mais do que falar sobre a importância desta tendência, precisamos saber como aplicar a educação personalizada em prática nas salas de aula. Você sabe por onde começar esta jornada transformadora?

Apresentamos a seguir 5 passos que vão contribuir com quem quer aplicar a educação personalizada de verdade, saindo da teoria e trazendo a tendência para a realidade dos estudantes. Confira:

1º Passo: descubra quem são os estudantes

Antes de traçar qualquer estratégia de educação personalizada, é necessário conhecer os estudantes. Para isso, os profissionais devem realizar a coleta de dados sobre os alunos com quem vão trabalhar. Assim, ficará mais fácil entender suas necessidades de aprendizagem e criar soluções para saná-las.

Aqui vai uma dica: nesta pesquisa, faça uma boa avaliação diagnóstica e terá em mãos muitas informações para contribuir com a aplicação da educação personalizada em sala de aula.

2º Passo: atualize o ambiente escolar

No caso das atividades presenciais, o ambiente faz toda a diferença para a eficiência das atividades baseadas na educação personalizada.

Logo, crie salas de aula com móveis que facilitem a reorganização e a realização de atividades em grupo ou individualizadas. Mais do que isso, lembre-se que hoje seus estudantes e professores estão conectados.

Ou seja, as salas de aula podem ter elementos como suportes e maior disponibilidade de tomadas para otimizar o uso de notebooks, tablets e smartphones.

3º Passo: ofereça mentorias

Esta dica vale tanto para os professores, que serão os responsáveis por aplicar a educação personalizada em sala de aula, quanto para estudantes com necessidades específicas de aprendizagem.

As mentorias completam as atividades realizadas em sala de aula. Hoje, é uma estratégia de muito valor no mercado, em diversos setores. Isso porque permite acompanhar individualmente cada mentorado e possibilita soluções rápidas e efetivas, de acordo com os resultados buscados.

4º Passo: proporcione novas experiências

Que tal ir além? A aprendizagem maker, ou seja, em que o aluno “coloca a mão na massa”, pode contribuir com as estratégias de educação personalizada e construir com atitudes mais autônomas ao obter o conhecimento.

Desta forma, incentive os estudantes a serem autores de suas próprias obras, como nós fazemos com a Ciranda de Livro, em que os alunos tornam-se escritores de suas próprias publicações!

Falando nisso, recentemente citamos temas de livros do aluno para serem trabalhados em sala de aula em 2022, você conferiu nosso conteúdo? Então, fica a dica!

5º Passo: pense a jornada completa

Para conquistar bons resultados, a educação personalizada precisa estar presente em todo o seu planejamento pedagógico. Além disso, é importante avaliar se as jornadas individuais estão progredindo.

Sendo assim, você deve realizar mudanças no meio do caminho que motivem os estudantes a aprender cada vez mais.

Lembre-se: cada estudante possui seu ritmo, logo, as atividades precisam estar equilibradas de acordo com esta característica. Talvez uns demorem mais tempo para aprender que outros… E tá tudo bem! Cabe aos docentes ajustarem os cronogramas e seguirem em frente, motivando os estudantes.

De olho na qualidade de ensino

Colocar a educação personalizada em prática na sala de aula pode transformar a qualidade do ensino das instituições. E esta também tem sido uma estratégia bastante usada para superar os desafios da educação vividos recentemente.

Ao trabalhar estas estratégias no ambiente escolar, será possível obter o máximo rendimento de cada estudante. E, desta forma, elevar o nível do conhecimento proporcionado aos alunos.

Nada melhor do que aprender a colocar a teoria em prática, não é mesmo? Esperamos que este conteúdo agregue aos trabalhos realizados pela sua escola e permita a evolução do ensino. Até a próxima!

Um comentário em “5 passos para implementar uma educação personalizada de verdade em 2022

Deixe uma resposta