Como trabalhar a guerra na Ucrânia em sala de aula

Confira orientações para atualizar os estudantes sobre o delicado tema da guerra na Ucrânia levando para a sala de aula um conteúdo lúdico e ao mesmo tempo efetivo

Infelizmente, as guerras ainda não estão restritas ao passado e aos livros de história. Os conflitos são reais e continuam acontecendo entre as nações no presente, como podemos ver na recente guerra entre Rússia e Ucrânia.

Um conflito em tempo real como este permeia o dia a dia dos estudantes, está inserido em discussões do contexto familiar. Portanto, este tema da atualidade deve chegar às salas de aula de qualquer forma, o que é muito importante. Afinal, os estudantes também devem ter ciência do que está acontecendo pelo mundo, para que, assim, desenvolvam seus pensamentos críticos sobre o assunto.

E então, você sabe como atualizar o planejamento pedagógico e trabalhar a guerra na Ucrânia em sala de aula? Nós trouxemos dicas que podem te ajudar a conduzir este conteúdo.

As orientações ainda vão ao encontro das competências de pensamento científico, crítico e criativo; repertório cultural; trabalho e projeto de vida; empatia e cooperação; e responsabilidade e cidadania, listadas pela BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Acompanhe!

Guerra na Ucrânia: dos jornais para a sala de aula

Ela está nos jornais, nas redes sociais, e no rádio: a Guerra na Ucrânia é o principal assunto do momento e também deve ser discutido em sala de aula.

O conflito entre a Ucrânia e Rússia começou ao final do fevereiro e não têm previsão para terminar. Este assunto é de interesse mundial, pois impacta a política e economia global. Alguns especialistas, inclusive, já compartilham previsões sobre como a Guerra na Ucrânia deve acabar e quais serão as consequências deste conflito à nível mundial, como publicado pelo portal da BBC Brasil.

Mas tudo é uma questão de suposição. Enquanto isso, a realidade é que a Guerra na Ucrânia segue sem desfecho e os estudantes estão cada vez mais interessados em entender o que está acontecendo.

Isso porque, assim como adultos, crianças e jovens recebem informações a todo momento sobre este acontecimento histórico.

Logo, cabe aos professores e responsáveis abordar a temática de forma construtiva, para esclarecer dúvidas e, assim, apresentar informações que contribuam com o desenvolvimento do pensamento crítico dos pequenos.

Vale reforçar que a BNCC orienta que os estudantes utilizem o conhecimento histórico para compreenderem suas realidades e, assim, contribuírem com a construção de uma sociedade mais igualitária, bem como democrática e com mais inclusão social.

Sendo assim, instigar a análise e criatividade ao interpretarem as informações pode, ainda, colaborar para que eles aumentem seus repertórios culturais e, assim, tenham mais senso de empatia e cooperação.

Isso porque a resolução de conflitos leva à abordagem da responsabilidade e cidadania, valores que incentivam as crianças e jovens a tomarem decisões mais éticas e solidárias.

4 temas para trabalhar a Guerra na Ucrânia com estudantes

Em entrevista à CNN Brasil, a psicóloga Elisa Rachel Pisani Altafim afirmou que a Guerra na Ucrânia é um assunto que deve ser abordado com crianças de todas as idades.

“Precisamos estar atentos ao que as crianças escutam e ao que elas estão sentindo. Quando a gente conversa sobre a guerra, é importante oferecer informações apropriadas à idade, segundo a capacidade de compreensão“, orientou à especialista ao veículo. Além disso, ela reforça que evitar dialogar sobre este assunto pode resultar em medo e inseguranças.

Então, uma forma de tranquilizar e manter os estudantes bem informados sobre a Guerra na Ucrânia é abordando o conflito em sala de aula. Acompanhe as dicas de como trabalhar isso em seu planejamento!

1. Explique os dois lados

Para que os estudantes tenham uma melhor compreensão sobre o assunto, ensine mais sobre a geografia, economia e as razões que motivaram a Guerra na Ucrânia contra a Rússia. Assim, fica mais fácil para eles entenderem o porquê do conflito. Vale lembrar que não estamos falando de quem está certo ou errado, mas sim sobre as motivações que causaram esta guerra.

2. Aproxime os estudantes desta realidade

A Rússia e Ucrânia estão geograficamente muito distantes de nós. Mas os estudantes precisam entender que existem crianças e jovens como eles, de suas idades, vivenciando este momento de perto. Esta é uma forma de trabalhar a empatia e cooperação, motivando, por exemplo, a reflexão sobre o que pode ser feito para a resolução desta guerra.

3. Desconstrua preconceitos

A Guerra na Ucrânia levantou discussões importantes sobre a xenofobia e o preconceito racial. Isso porque a ascensão de grupos da extrema-direita e defensores do nazismo é uma das causas do conflito. Logo, os professores devem abordar estes acontecimentos e mostrar o quanto isso impacta negativamente na sociedade.

4. Ensine a driblar as fake news

Este é um momento em que a educação midiática não pode ficar de fora do plano pedagógico. Isso porque, ao trabalhar a Guerra na Ucrânia em sala de aula, os estudantes devem identificar informações verdadeiras das falsas sobre o conflito. Desta forma, terão mais autonomia e vão desenvolver uma melhor interpretação dos dados compartilhados com eles pelos veículos e redes sociais.

Como aplicar o conteúdo em sala de aula?

As metodologias ativas contribuem com professores que buscam promover novas experiências de aprendizagem em sala de aula. Logo, ao tratar da Guerra na Ucrânia em sala de aula, estas são excelentes estratégias para atualizar o plano.

Aqui no Blog da Ciranda de Livro, nós já explicamos algumas metodologias ativas que fazem sucesso no ensino e podem contribuir com suas atividades.

Agora, é a vez de usar a criatividade e escolher a melhor forma para trabalhar a Guerra na Ucrânia em sala de aula. Você pode, por exemplo, propor atividades como:

  • Caça-palavras;
  • Criação de uma peça de teatro;
  • Debates sobre os temas;
  • Incentivar os estudantes a escreverem o próprio livro sobre o assunto (utilizando ferramentas como a própria Ciranda de Livro).

Dica imperdível

Especialistas em literatura infantil, o clube de assinaturas A Taba elencou 10 livros com a temática da guerra e que podem auxiliar professores e pais nessa missão.

São livros com diferentes narrações para, de forma lúdica e criativa, embasar esse tema tão delicado. A lista desses 10 livros indicados você confere no Instagram da Taba ou clicando aqui.

Deixe uma resposta