Os principais temas de livros para seus alunos produzirem em 2022

Escrever o próprio livro sobre um assunto trabalhado em sala potencializa o aprendizado, por isso criamos essa lista com os principais temas que você pode incluir para seu projeto de criação literária em 2022

Se você já está criando o planejamento pedagógico para 2022, não se esqueça de atualizar as estratégias de metodologia literária. E para te ajudar, neste conteúdo do Blog Ciranda de Livro, trouxemos dicas valiosas!

Como já abordamos aqui no blog, estimular a leitura e interpretação de texto é um desafio a ser vencido nas escolas. E uma forma de superar este ponto é transformando os estudantes em autores, por meio da criação de um livro escrito pelo aluno.

Esta estratégia de metodologia literária ativa é bastante eficaz para potencializar o aprendizado, seja no modelo de ensino presencial ou híbrido.

Porém, você sabe como começar um livro escrito pelo aluno? O primeiro passo desta criação é a escolha do tema que será trabalhado com os estudantes.

Por isso, listamos aqui cinco assuntos relevantes na atualidade, que podem servir como norte para este projeto. Confira!

 

5 temas para um livro escrito pelo aluno

O mercado de livros está passando por uma grande transformação e este é um momento bastante promissor para a criação de um livro escrito pelo aluno.

Isso porque os avanços das tecnologias influenciam este cenário, o que não significa que as obras vão acabar com a digitalização, pelo contrário!

De acordo com dados do Snel (Sindicato Nacional de Editores de Livros), em 2020, por exemplo, as vendas de livros on-line registraram aumento de 84%. E as livrarias virtuais aumentaram faturamento em 43%. E alguns hábitos estão se intensificando junto ao aumento de leitores, como a criação de clubes de livros, os audio books, e-books…

É por isso que a criação de um livro escrito pelo aluno não deve ficar de fora da sua metodologia literária para 2022. Então, aqui vão cinco sugestões de temas que estarão em alta no ano que vem para você trabalhar com os estudantes.

1. Independência do Brasil

Salve na agenda: no dia 7 de setembro de 2022, a Independência do Brasil celebra dois séculos! E esta data marcante pode servir como norte para a criação de um livro escrito pelo aluno baseado nos fatos históricos brasileiros, principalmente relacionados a este momento.

Vale lembrar que o bicentenário da Independência do Brasil já começou a ser celebrado em setembro deste ano, com uma série de atividades históricas.

Uma delas, por exemplo, foi uma ação do Governo do Brasil para ressaltar homens e mulheres que tiveram grande importância na história da nação.

São pessoas além de Dom Pedro 1º, responsável pela proclamação da independência às margens do Rio Ipiranga, em São Paulo. Tanto a data em si, quanto seus personagens, podem servir como inspiração para a criação deste livro escrito pelo aluno.

2. Semana de Arte Moderna de 22

Outro tema sugerido para a criação de um livro escrito pelo aluno é a Semana de Arte Moderna de 22. Este evento realizado em São Paulo foi um marco na história da arte brasileira e mundial e está prestes a celebrar 100 anos.

A Semana de Arte Moderna ocorreu entre 13 e 17 de fevereiro, no Teatro Municipal da capital paulista. Cerca de 100 obras foram apresentadas pelos pintores participantes, entre eles nomes influentes como Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Candido Portinari e Tarsila do Amaral.

O evento também contou com muitos escritores importantes e que você pode abordar na sua metodologia literária em sala de aula, como Graça Aranha, Manuel Bandeira, Oswald de Andrade, Mário de Andrade, entre outros. Logo, este fato histórico traz muitos caminhos e personalidades para se explorar em uma obra com os estudantes.

3. Emoções

A pandemia impactou a sociedade em diversos pontos, principalmente na saúde mental. Inclusive, em outubro deste ano, a Unicef alertou que crianças, adolescentes e jovens sentirão os efeitos deste momento único na história da humanidade pelos próximos anos.

Segundo a instituição, no mundo, mais de um em cada sete crianças e jovens entre 10 e 19 anos de idade vivem com algum transtorno mental diagnosticado. E, em 2021, de acordo com a pesquisa apresentada, um em cada cinco adolescentes e jovens de 15 a 24 anos entrevistados relatou sentir depressão ou pouco interesse em realizar atividades.

Portanto, ainda que este seja um tema sensível, trabalhe-o dentro das escolas. Isso contribui para que diagnósticos de ansiedade, transtornos, entre outros envolvendo a saúde mental e as emoções não prejudiquem o desenvolvimento dos alunos.

Esta sugestão de tema para sua metodologia literária abre portas para uma avaliação mais precisa do atual estado emocional e intelectual dos estudantes e pode servir inclusive como forma de aprender a lidar com o que estamos passando de forma mais harmônica.

4. Saúde

Falando em pandemia, este assunto ainda tem muito para ser trabalhado, incluindo na metodologia literária. Afinal, ainda que as esperanças e o cenário apontem que tudo caminha para um “fim”, as discussões sobre saúde envolvendo o assunto continuam.

Prova disso, por exemplo, são os livros que estão chegando agora ao mercado com este contexto. De acordo com notícia do UOL sobre a primeira onda de livros pandêmicos, os profissionais do setor editorial têm dúvidas a respeito do interesse dos leitores neste assunto.

Entretanto, muitos autores sentem necessidade de escrever sobre este tema. Então, será que seus alunos não têm o desejo de relatar o que viveram – e estão vivendo – neste período também?

Eles podem abordar mudanças na rotina escolar, na relação com a família, amigos, como também relembrar hábitos e práticas que começaram a realizar depois do acontecido. Este, inclusive, é um excelente tema para reforçar a importância dos protocolos de segurança contra a Covid-19 dentro das escolas, por exemplo.

5. Tecnologia

Ensino híbrido, redes sociais, games, cultura do cancelamento, realidade aumentada, metaverso… Existem 1.001 assuntos que podemos abordar quando falamos em tecnologia. Por isso, essa variedade pode render um livro escrito pelo aluno que seja bastante versátil.

O tema já faz parte da rotina dos estudantes e não pode ficar de fora da sua metodologia literária, uma vez que a tecnologia é hoje um importante pilar para as atividades escolares atuais.

Atualmente, pedagogia e inovação caminham lado a lado. Portanto, discuta este assunto com os alunos também. Afinal, como já reforçamos aqui no blog, o professor do futuro, como também o do presente, possibilita aos educandos o trabalho com sistemas compartilhados e automatizados.

Comece agora a criar um livro escrito pelo aluno com a Ciranda de Livro

Agora é a hora de colocar em prática todas as ideias que trouxemos aqui! Sabe por onde começar? Com a Ciranda de Livro! A nossa plataforma pedagógica virtual possibilita o desenvolvimento de um livro escrito pelo aluno uma maneira única. Com ela, é possível aprimorar nas atividades as habilidades dos jovens autores de forma lúdica e com recursos simplificados.

Isso porque a Ciranda de Livro permite uma experiência de aprendizagem baseada na metodologia ativa. Além disso, contribui com o desenvolvimento intelectual dos alunos, enquanto atende às orientações da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e também aos quatro pilares da educação da Unesco: “aprender a conhecer, a fazer, a conviver e a ser”.

E então, quer conhecer mais sobre todas as vantagens que a Ciranda de Livro pode agregar à sua metodologia literária em 2022? Então acesse: https://cirandadelivro.com.br/.

Deixe uma resposta